UFC 198

Tivemos a oportunidade de assistir pela primeira vez em Curitiba um evento do UFC. Considerada histórica, a edição 198 recebeu grandes nomes do MMA e disputa de cinturão entre Fabricio Werdum e Stipe Miocic. Na semana do evento houve o cancelamento da luta de Anderson Silva x Uriah Hall, mas nada que alterasse o brilho do evento.Antes, o público também lutou por um ingresso que acabou rapidamente e muita gente ficou de fora. A Arena da Baixada lotou com um público de 45 mil pessoas entre curitibanos e turistas, sendo o maior do UFC e o primeiro em um estádio de futebol no Brasil. Houve um movimento grande em toda a rede hoteleira e restaurantes. Comerciantes e hotéis dizem que mesmo sendo mais curto, foi mais rentável que a Copa.O UFC é um evento grandioso, parece uma balada, uma música bem alta toca nos intervalos das lutas.

O apresentador Bruce Buffer faz parte da atração com o seu bordão ‘Iiiiiiiiiiiiiiiit’s time!’, que anuncia o início da luta principal. De um modo geral as lutas foram boas, quem conhece um pouco já tinha uma expectativa do final de cada embate, deu mais ou menos o lógico em todas elas. Perdemos o título dos pesados, mas nos tornamos desafiantes em duas outras. O público do UFC foi bem variado, uma parte formada por pessoas que gostam, vários atleticanos e outra parte foi pela festa. Além do evento em si, tivemos a oportunidade de conhecer a Arena, que apesar de ser uma das mais modernas do país e a única coberta, é pequena, com corredores apertados, tem pouco espaço entre as filas, e tudo muito cinza.

 A edição curitibana deixou a desejar um pouco em detalhes como sinalização do lado de fora, muita gente ficou confusa nos portões de entrada, não estava escrito arquibancada e muito menos em outro idioma. Mesmo com uma equipe de recepcionistas e seguranças educados, eles estavam desinformados. Era permitido comprar alguns ingressos por CPF, mas todos deveriam entrar juntos. Não sabemos como é nos outros UFC, mas é a primeira vez que vemos isso em grandes eventos.

Durante o evento não havia um espaço para fumantes, eles fumavam nas escadas e os seguranças fingiam que não estavam vendo! Não sabemos se pela arquibancada ser muito alta ou se era proposital para não filmar ou fotografar, saía do telão principal uma luz direta nos olhos e pessoal da arquibancada muitas vezes gritava “apaga a luz azul”. Em alguns momentos era impossível olhar para o octógono por causa da luz forte direto no olho.

Em relação a comida havia hambúrguer (R$25) de uma grande rede curitibana, cachorro-quente (R$13), salgadinhos (R$8), pipoca (R$10), copo de coxinhas (R$ 13), sorvetes (R$12). Mesmo estando disposto a pagar essa pequena fortuna, lá pelas 23 horas, tentamos comprar hambúrguer e não conseguimos pois tinha acabado, do cachorro-quente sobrou só a vina e não tinha mais sal para a pipoca! Ok, era o primeiro evento do UFC, mas não o primeiro evento desse porte, falha grave dos comerciantes e organizadores. Para beber, refris (R$8), água (R$5) e cerveja (R$10). A grande maioria dos ambulantes vendia somente cerveja, quem não quisesse tinha que entrar em uma fila enorme.

 

Quem também não perdeu a chance de ganhar um extra foi o pessoal de estacionamento perto da Baixada que cobravam entre R$ 50,00 a R$100,00. Uma grande quantidade de guardadores de carro se concentraram em volta do estádio cobrando de R$ 10,00 pagamento antecipado ou R$ 20,00 na volta. Não pagamos na chegada e não tinha ninguém na volta…

UFC 198 – 14 de maio de 2016, em Curitiba (PR)

CARD PRINCIPAL
Peso-pesado: Fabricio Werdum x Stipe Miocic
Peso-médio: Ronaldo Jacaré x Vitor Belfort
Peso-casado (até 63,5kg): Cris Cyborg x Leslie Smith
Peso-meio-pesado: Mauricio Shogun x Corey Anderson

CARD PRELIMINAR
Peso-meio-médio: Demian Maia x Matt Brown
Peso-meio-médio: Warlley Alves x Bryan Barberena
Peso-médio: Thiago Marreta x Nate Marquardt
Peso-galo: John Lineker x Rob Font
Peso-meio-pesado: Rogério Minotouro x Patrick Cummins
Peso-leve: Francisco Massaranduba x Yancy Medeiros
Peso-meio-médio: Serginho Moraes x Luan Chagas
Peso-pena: Renato Moicano x Zubaira Tukhugov

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s