Fraiburgo

A cidade de Fraiburgo está localizada a 300 km de distância de Curitiba. Nós passamos por lá quando voltamos de Piratuba. A região sofreu intensa extração de madeira ao ponto de chegar a escassez e praticamente acabar com a cobertura vegetal natural primária. Como alternativa econômica deu-se início a produção frutífera, que hoje é a marca da cidade. Ela é conhecida como terra da maçã e na estrada é possível ver vários pomares, pena que não era época de colheita, pois deve ser super bonito.

A cidade tem como símbolo a bandeira do Contestado, com o significado de “colheita, paz e riqueza” e deu certo, o município é tido como maior produtor de maçã do Brasil. Na entrada da cidade tem um portal (que também é passarela de travessia da rodovia, uma ideia que poderia ser adotada em todas as passarelas, fica bem bonito) onde é possível comprar produtos feitos com maçã como geleias, sucos, frutas desidratas e pacotes de maçã.

Como praticamente todo povoado da região, tem suas raízes nas famílias dos desbravadores, neste caso a família Frey se destacou, tanto que o nome Fraiburgo é em homenagem a eles.  Um dos hotéis mais famosos da região é o Renar (inaugurado pela família Frey), no topo de um morro, praticamente no centro da cidade.

Lá é possível ver a cidade e caminhar pelas dependências do hotel, pelas encostas do morro, possui um belo bosque e algumas curiosidades da história da colonização espalhadas pela propriedade. Com boa estrutura é praticamente um resort de campo, quase todo em madeira (ligado as origens da família que era madeireira). O restaurante atende público-externo com serviço a la carte, bem decorado e sofisticado.

Outro lugar que também indicado é o Aromas Restaurante, é bem simples e convencional, porém o atendimento é muito bom e a sua torta de maçã é muito premiada e conhecida nacionalmente, foi lá que almoçamos. Outra sugestão para quem está em Fraiburgo é o passeio de Kaigang, um veículo 4×4 que passa por trilhas de matas nativas. Ele é feito o ano todo, mas de fevereiro a abril é mais concorrido por causa da colheita. Ele pode ser agendado na Casa do Turista.

Para quem for estender a viagem por mais de um dia, o município ainda tem algumas opções de caminhada, parque aquático, pescarias (Steiner Park e Kinder Platz). Para quem gosta de história, como disse, a região é um dos berços da Guerra do Contestado, tendo inclusive uma gruta  de Monge João Maria, um dos líderes da Guerra (na verdade são três monges distintos praticamente com mesmo nome).

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s