Coconut Grove + Coral Gables

Coconut Grove e Coral Gable ficam próximos a Downtown de Miami. Colocamos no roteiro porque alguns guias de viagem e pesquisas em blogs falavam bem de lá, mas na verdade eles são dispensáveis em uma viagem de poucos dias. Os dois lugares são bonitos, bem arborizados e ótimos para morar. Região bem organizada limpa e sem o frenesi de Miami.

Fomos para lá de metrorail, mas antes pegamos o metromover, que é um pequeno trem de superfície sem piloto e que percorre vários circuitos dentro de Downtown. Vale a pena conhecer, ele é rápido, limpo e gratuito. Fique atento aos mapinhas, cada estação tem um e você poderá ver suas possíveis para os demais meios de transporte. Se perder em Downtown e seus bairros vizinhos pode ser muito cansativo, devido ao calor, temos poucas pessoas nas ruas para pedir informação, as ruas são largas, longas e normalmente com pouca sombra.

COCONUT GROVE

Nossa primeira parada foi em Coconut Groove, descemos do metrorail e andamos um pouco pelo bairro até chegar a Cocowalk. Achamos que era um calçadão, mas na verdade ele é um mini shopping aberto com poucas opções de lojas ou restaurantes. É bonito, mas visivelmente é mais para moradores do que para turistas.

Já que ainda não tínhamos almoçado, entramos na famosa e badalada Cheesecake Factory. Alguns pratos vem muita comida e como a fome não era tão grande pedimos um Carolina BBQ Sandwich e um Basil Tomato Flatbread (U$28).

CORAL GABLES

Já tínhamos desistido de ir até Coral Gables quando nos deparamos com o trolley. Ele é um outro meio de transporte que circula em Miami e parece um bonde. A melhor parte é que ele também é gratuito. Praticamente cada bairro tem a sua linha circular, a frequência é alta e quase sempre tem vagas, pois as pessoas o utilizam para curtas distâncias dentro do próprio bairro. Passa em vários pontos da cidade, não tenha medo de subir. E assim como aconteceu em quase todos os ônibus que pegamos, os motoristas (trolley maioria homens, ônibus urbanos maioria mulheres) são super simpáticos e solícitos.

Ficamos dentro dele durante uma hora para passear por lá.  Um detalhe curioso que vimos no trolley e nos ônibus é o suporte que carrega as bicicletas. Será quem um dia teremos isso no Brasil?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s